Programa Fila Zero deve atender 80 mil pessoas

Escrito por:
(Assessoria)

A Prefeitura de Rondonópolis lançou neste mês, o Programa Fila Zero que pretende zerar uma fila de espera de 80 mil pessoas que esperam por cirurgias eletivas, exames e consultas com especialistas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Por mês, serão realizadas em média 240 cirurgias de vesícula, hérnia e vascular.
Para alcançar esta meta foram firmadas parcerias com hospitais filantrópicos como a Santa Casa de Rondonópolis e o Hospital São João Batista, em Poxoréo (MT), onde desde o dia 19 vêm realizando os procedimentos cirúrgicos.
Para a dona de casa Maria Edileusa da Silva, 54 anos, que aguardava há três anos pela cirurgia de vesícula, a espera acabou. Ela foi uma das primeiras a passar pelo procedimento e já está em casa em repouso.
“Foi ótimo o atendimento e o hospital São João Batista é maravilhoso. Quando me falaram que ia ser em Poxoréo, eu disse que poderia ser até em outro estado. A dor que eu estava sentindo era pior que a do parto e me impedia de fazer várias coisas. Eu ‘vivia’ na UPA. Agora após passar o repouso, quero poder viajar que era algo que eu não conseguia por conta das dores,” comemorou a paciente.
Para atender a demanda reprimida, o município está investindo R$ 5,9 milhões de recursos próprios. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, a meta é realizar 2.720 cirurgias, entre hérnia, vesícula e vascular.
“Nós vamos zerar a fila de espera, beneficiando a todos os pacientes que estão aguardando e manter a demanda mensal, para que essa fila não volte a crescer”, destacou a secretária municipal de Saúde, Izalba Albuquerque.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *