Reforma da Praça dos Carreiros

Escrito por:
Praça será totalmente revitalizada
(Arquivo do Blog)

Com a definição da empresa que irá executar as obra de reforma geral da Praça dos Carreiros, com a conclusão do processo de licitação, esse histórico logradouro público começará a receber os serviços, provavelmente, ainda neste primeiro semestre do ano.
O menor custo apresentado pela empresa de engenharia vencedora do certame, que teve mais quatro outras participantes, foi de R$ 1.851.512, 87 e será utilizado na execução do projeto arquitetônico elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Rondonópolis (Ippur), que prevê a preservação histórica do local.
Serviços
Pelo projeto do Ippur, serão mantidos o coreto, o monumento aos carreiros e o carro de boi de madeira, que será revitalizado. No caso do coreto, que também será restaurado, será construída uma rampa para o acesso de cadeirantes e feita a troca de piso, do madeiramento e do telhado que estiverem danificados ou comprometidos.
Os canteiros serão rebaixados ao nível do piso e serão colocados diversos bancos de madeira. Já o terminal de passageiros do transporte coletivo será totalmente reformulado. Ele será fechado e climatizado, utilizando a energia gerada por placas solares que serão instaladas sobre o próprio telhado. Enquanto aguardam pelos ônibus, os passageiros terão à disposição banheiros, com catracas para o controle de usuários.
O projeto de reforma prevê também a troca de todo o pavimento do local por piso Inter travado, mantendo a parte do desenho original das estrelas no centro do praça, feito com pedras portuguesas. Estão previstos ainda novos quiosques e playground cercado para as crianças.
Histórico
Localizada na região central da cidade, entre as avenidas Marechal Rondon e Amazonas e as ruas Rio Branco e Dom Pedro II, a praça homenageia os “carreiros” (guias de carros de boi), que nos primeiros anos de fundação do município (na década de 50 do século passado) faziam do local um centro de abastecimento e de trocas de mercadorias vindas de outros Estados, bem como dos produtos hortifrutigranjeiros cultivados nas pequenas propriedades rurais locais, além de servir de local de descanso para os viajantes que por aqui passavam, que utilizavam o carro de bois – meio de transporte rudimentar de tração animal.
O local – que servia também como ponto de encontro da população – foi transformado em praça pública e inaugurado em 1982, durante a gestão do prefeito Walter de Souza Ulysséa (já falecido).


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *