Reformas atrasam início do ano letivo da RME

Escrito por:
Prefeito justificou o atraso das aulas
(Wheverton Barros)

Ontem à tarde, em entrevista coletiva à Imprensa, o prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos Pátio (SD), garantiu que, apesar do atraso no início do ano letivo em cinco escolas, todas as crianças matriculadas na Rede Municipal de Ensino (RME) estarão nas salas de aula, até a sexta-feira (15).
Acompanhado pela secretária de Educação do município, Carmem Garcia Monteiro, o Prefeito disse que o atraso se deve a problemas na execução das obras de reforma, que vêm sendo feitas para melhorar as condições das unidades escolares municipais.
Desde a segunda-feira (11), 62 unidades – entre creches e escolas – já estão atendendo os alunos e apenas cinco apresentaram problemas e suspenderam os primeiros dias de aula.
Os problemas, disse ele, são com empresas que não estão cumprindo o contrato das obras de reformas, sendo que em alguns desses casos teve de ser feito um distrato, para que fosse realizada a limpeza dos materiais utilizados, para que os alunos tivessem condições de assistir às aulas.
Como exemplos, Zé Carlos citou a Escola Municipal Alcides Pereira dos Santos, cuja reforma foi interrompida, exigindo nova licitação para contratação de outra empresa e a Emei Cora Coralina, onde o município vai fazer a cobertura e também os outros serviços, que faltam para concluir a reforma.
Todavia, mesmo com toda a preocupação do prefeito Zé Carlos, é lamentável que fatos como esse venham a causar incômodos à comunidade escolar do município, o que pode ser evitado quando da licitação das empresas, cujos serviços deveriam ser melhor e antecipadamente, acompanhados.
Basta não só exigir a documentação, mas também a idoneidade das concorrentes.
É uma dor de cabeça a menos, Prefeito!


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *