Repasse do Estado para Santa Casa é insuficiente

Escrito por:
“Calote” de Taques causou fechamento da UTI Pediátrica
(Marreta Urgente)

Na tarde de ontem, o prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) assinou a liberação de R$ 868.429,36 para a Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis, oriundo de repasse do governo do Estado e referente ao pagamento do mês de julho do corpo clínico da instituição.
Esse aporte deve contribuir na manutenção da UTI Pediátrica da unidade hospitalar, que encontra-se fechada , justamente pela falta de repasses anteriores.
Zé Carlos adiantou que a administração municipal e a bancada federal de Mato Grosso tem trabalhado junto ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, para credenciar as UTIs pediátricas no Sistema Único de Saúde (SUS), já que atualmente as unidades são mantidas exclusivamente pelos governos dos estados.
Apesar das gestões do prefeito em tentar minorar as dificuldades relativas ao atendimento à população, esse repasse não basta para resolver a questão aflitiva que a Santa Casa enfrenta.
Paliativos não cabem mais.
O governo de Pedro Taques (PSDB) TÊM é que quitar TODOS os débitos – assunto este, que ele vem enrolando-, para que os pacientes não fiquem desamparados, como aconteceu agora, com o fechamento, em definitivo, da UTI Pediátrica.

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *