Tudo santo

Lúcio Vieira Lima, deputado federal pelo MDB da Bahia e um dos membros do trio familiar ligado aos R$ 51