A bola da vez

Depois do vice-presidente Hamilton Mourão, agora é a vez do secretário de Governo, general Santos Cruz, ser alvo da sanha