Avenida receberá quebra-molas
(Matusalem Teixeira)

A Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat) inicia a partir de segunda-feira (7), a construção de quatro quebra-molas na avenida Otaviano Muniz e de dois arcos – um, sobre a ponte da avenida Lions Internacional e outro, no início da avenida Otaviano Muniz.
Os quebra-molas visam a contenção da velocidade dos motoristas na avenida e serão construídos no trecho que vai da ponte até a rotatória com a avenida Poguba. Já os arcos, buscam impedir a passagem de carretas e caminhões pela via, o que não é permitido.
O secretário municipal de Transporte e Trânsito, Rodrigo Metello, explica que os projetos já estão finalizados e que as obras têm previsão para serem concluídas em setembro. “Os quebra-molas observarão a largura da pista, sem afetar a drenagem superficial e os arcos terão 4,2 metros de altura”, destaca.
Enquanto as obras não são feitas, a Setrat atua no local com fiscalização de trânsito, buscando autuar quem excede a velocidade permitida na avenida. Entre o dia 1º de junho e 31 de julho deste ano, os agentes de fiscalização de trânsito autuaram 21 motoristas, por excesso de velocidade naquela artéria urbana.

 

Bloqueio vai até amanhã

Desde o início da manhã de hoje, a passagem de veículos está interditada por sobre a ponte do rio Arareau, na rua José Barriga,  em razão de obras do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), que está procedendo a substituição do coletor de esgotos no local.
A previsão é de que o bloqueio do trânsito seja estendido até amanhã (sexta-feira), quando as obras deverão estar concluídas.
Quem precisar ter acesso à região, deve escolher vias alternativas. Os motoristas que estiverem seguindo da avenida Lions Internacional para o Centro, podem usar as avenidas Jaime Fernandes Costa, Presidente João Goulart, Sagrada Família, Padre Anchieta e Duque de Caxias para chegarem à Pedro Ferrer e terminar no destino desejado.
Outras informações, podem ser obtidas através do 0800-647 2442.

Dando expediente na ponte nova
(Imagem: WhatsApp)

Após um ano e cinco meses do início da construção, o ainda prefeito Percival Santos Muniz (PPS) vai inaugurar hoje, a ponte nova sobre o rio Vermelho, considerada por ele e sua turma como o auge de sua administração, além da avenida Beira Rio, que levará esse nome apesar de não margear o rio.
O ato – que terá foguetório em grande quantidade (adquirido a um custo de aproximadamente R$ 5 mil, conforme levantou o blog Estela Boranga comenta) e babação de ovo, bem ao estilo de Percival e sua turma  – acontece às 18 horas e só será possível porque o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) concedeu ontem, uma  liminar que suspendeu a decisão que proibia a inauguração das referidas obras,  ocasionada pela decisão liminar da 3ª Vara Civil de Rondonópolis, em atendimento a pedido do Ministério Público do Estado (MPE), por irregularidades ambientais.
À solenidade, que será realizada na cabeceira da ponte no início da avenida Beira Rio (?), esperamos que não haja churrasquinho vip e cervejada, como aconteceu no entardecer de domingo passado, quando Percival reuniu um seleto grupo de amigos e subordinados, em cima da ponte – como se de sua propriedade fosse – com direito a tenda e tudo o mais.
Chega logo, janeiro!

(Foto: Arquivo do blog)

A intenção do prefeito de Rondonópolis Percival Santos Muniz (PPS) de inaugurar a ponte sobre o rio Vermelho, no prolongamento da avenida Lions Internacional, parece que não vai se concretizar a tempo antes de deixar o cargo no dia 31 deste mês, apesar dele ter, praticamente, acampado no local. Com direito a churrasquinho, tenda e tudo o mais.
Depois de embargadas pela Justiça, em decorrência de problemas relacionados ao meio ambiente, as obras da ponte e o trecho da futura avenida Poguba (que ligará a cidade à BR-364), também foram alvo de determinação judicial para que as luzes em suas extensões fossem apagadas, a partir de ontem à noite, no sentido de não causar danos à fauna (tanto do rio Vermelho, quanto do entorno da futura avenida).

Além do mais, não foi construída uma rotatória na avenida Lions Internacional – que registra um grande tráfego de veículos –  para acesso de ida e volta aos usuários, que poderá acarretar graves acidentes no já conturbado e caótico trânsito da cidade.
Agora pela manhã, o blog Estela Boranga comenta recebeu informação extra-oficial de que também há outro agravante contra a intenção do ainda prefeito, de inaugurar as duas obras: a Justiça teria determinado a colocação de cerca em toda a extensão da avenida Poguba, devido a riscos que possam correr os animais silvestres da área.
Interesse imobiliário
Há a informação confidencial ainda, também recebida pelo blog, de que a pressa e o nervosismo de Percival Santos Muniz em inaugurar ou entregar as ditas obras não seriam bem para beneficiar a população, mas sim teriam como motivo principal a viabilização de um condomínio fechado de alto luxo, que estaria sendo projetado para ser construído em determinado trecho do trajeto da futura avenida Poguba, cujo projeto pertenceria a um familiar seu, em sociedade com um investidor do Estado de São Paulo.
Curtindo a paisagem (Foto: GazetaMT)

Até deixar o cargo, no dia 31 deste mês, o prefeito de Rondonópolis Percival Santos Muniz (PPS) vem protagonizando casos, que não se sabe se é para se beneficiar, para aparecer ou se é para “zoar com a cara” dos rondonopolitanos.
Depois das duas tentativas infrutíferas de criar a agência reguladora – primeiro, sob o nome de Agerron e depois de AMR -, que garantiria o “mando de campo” dos assuntos administrativos municipais a si próprio e aos seus fiéis escudeiros e outros que ficam sem “emprego” a partir do dia 1º de janeiro, bem como a convocação ilegal dos aprovados no concurso público, Percival gasta seus últimos dias à frente da Prefeitura, com fatos que nem eu sei como classificar.
É o caso do churrasquinho em cima da ponte nova, que não conseguiu inaugurar ainda por força de impedimento judicial, realizado ao cair da noite de domingo último.

Churrasquinho no capricho (Foto: GazetaMT)

Prometendo que irá entregar a ponte até o dia 23, sexta-feira, o ainda prefeito convidou um grupo seleto de amigos vips – very importante personal (pessoas muitos importantes) -, em sua maioria secretários e diretores de autarquias, para degustar churrasquinhos, curtindo o pôr-do-sol de cima da ponte, como se fosse um píer particular.
Reproduzo comentário colocado na matéria do site Gazeta MT, pelo internauta Edimar Elias, de que Percival “só deveria comemorar se tivesse cumprido o cronograma e o orçamento, o que não aconteceu. E o pior, é ficar gastando dinheiro público para enaltecer sua imagem de um ” bom prefeito”, que na realidade não foi. Uma meia dúzia de gatos pingado puxa-saco. Falta de respeito com quem paga a conta do churrasquinho.”
“Guenta”, Rondonópolis!