Temer e Aécio tentam anular provas da JBS

Escrito por:
Livres, leves e soltos no conluio
(Ueslei Marcelino/Reuters)

Enquanto o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), toma decisões para manter Lula preso – como hoje, em que determinou o arquivamento de pedido de liberdade feito pela defesa do ex-presidente, cujo julgamento estava marcado para a terça-feira (26) pelo STF -, Michel Temer (MDB) e Aécio Neves (PSDB), “pintam e bordam” à vontade.
Conforme a jornalista Andréia Sadi, em seu blog de hoje, os dois – mais sujos do que “pau de galinheiro” e alvos da delação de Joesley Batista, da JBS – estão “mexendo os pauzinhos”, no sentido de usar o indiciamento do ex-procurador Marcelo Miller pela Polícia Federal (PF), para contestar o acordo firmado pelo empresário e dizer que Miller fez jogo duplo, o que seria argumento para anular as provas do acordo.
Afirma Adréia Sadi que Temer e Aécio se encontraram ontem à noite na casa de Rodrigo Maia (presidente da Câmara dos Deputados), que também contou com a presença de Moreira Franco, ministro de Minas e Energia do governo golpista.
Como cabe a Fachin a decisão final sobre a rescisão do acordo, já podemos deduzir o que acontecerá!
Da Redação com Brasil 247


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *