União perde o primeiro jogo do “mata-mata”

União precisa ganhar por dois gols de diferença na partida de volta (Oeste Goiano)
UEC precisa ganhar por dois gols de diferença na partida de volta, para continuar no certame
(Oeste Goiano)

Mesmo contando com o apoio de cerca de 1.500 torcedores, o União Esporte Clube (UEC) perdeu a oportunidade de abrir vantagem na primeira partida do “mata-mata” da segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, ao perder por 3 a 2 para a equipe do Iporá Esporte Clube (GO) na noite de ontem no Estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis.
O UEC abriu o placar aos 27 minutos, com gol de Léo Coca depois da cobrança de escanteio, cuja bola desviou no lateral Samuel do Iporá, enganando o goleiro da equipe goiana. Samuel se redimiu empatando a partida aos 44’, se aproveitando de uma confusão na área unionina.
No segundo tempo, Goteira, do União, marcou aos 17′, mas Gênesis (aos 9′) e Newerton (aos 25′) colocaram o Iporá em vantagem, fechando o placar em 3 a 2.
Apesar do esforço dos jogadores do Vermelhinho, torcedores inconformados pela perda em casa criticaram a atuação da equipe pelas redes sociais, reclamando, novamente, de falta de empenho e mais dedicação de alguns jogadores.
Com o resultado de ontem, o União sai em desvantagem no ‘mata-mata’ que será decido na partida de volta, dia 23 (próximo domingo), no Estádio Francisco Ferreira, o Ferreirão, na cidade goiana, com o Iporá precisando somente do empate para seguir em frente.
Já o UEC precisa vencer com a diferença de dois gols, para continuar vivo na competição. Se ganhar no tempo normal por um gol de diferença, a vaga para a próxima fase será decidida nos pênaltis.