UPA agiliza atendimento a casos suspeitos de coronavírus

Escrito por:
UPA deve ser procurada em casos de urgência

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rondonópolis adotou novas medidas para triar e atender com maior rapidez, os pacientes que apresentarem sintomas do novo coronavírus (Covid-19), diminuindo assim, os riscos de ampliação no número de pessoas contagiadas.
Agora, além de um enfermeiro, a triagem é feita com a presença de um médico reforçando os protocolos e adequações internas específicas, adotados desde o início da pandemia, no Brasil.
Prioridade
De acordo com a diretora da UPA, Vânia Scapini, os pacientes que apresentarem sintomas serão atendidos com prioridade e isolados, para a imediata realização de exames. “Caso a doença seja descartada, a pessoa será dispensada de se submeter a outros procedimentos evitando, assim, sua permanência no interior da UPA. Porém, caso seja avaliada como suspeita de ser portadora do coronavírus, será encaminhada para a sala de isolamento da unidade, para receber maiores cuidados, como a realização de exames”.
Ela destaca também, que a UPA está seguindo todos os protocolos e critérios recomendados pelo Ministério da Saúde, para atendimento a pacientes com suspeita de contágio pelo Covid-19.
Visitas
Desde o dia 17 deste mês, as visitas aos pacientes e a permanência de acompanhantes na unidade estão suspensas, só sendo liberada a entrada de acompanhantes nos casos garantidos por lei e mediante avaliação prévia da equipe da unidade.
Os acompanhantes autorizados terão de passar antes pelo processo de higienização necessário, não sendo permitida sua permanência no box de emergência.
Segurança
Segundo a diretora da unidade ainda, “a UPA adotou uma série de medidas de segurança aos profissionais de Saúde, que mantem contato com os pacientes. Todos estão devidamente protegidos com Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e são monitorados, de perto, por uma comissão de acompanhamento que foi criada com essa finalidade preventiva.
Orientações fundamentais
A coordenação da UPA orienta a população a somente procurar a unidade em casos de urgência e emergência. Pacientes com sintomas leves de doenças, resfriados ou que necessitem apenas de consulta médica, não devem ir até a UPA.
Tanto adultos como idosos, devem procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de seus bairros, quando não tiverem sintomas que necessitem de atendimento urgente.
Sintomas 
Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado.
Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.
Os principais sintomas conhecidos até o momento, são febre acima de 38,8 graus, tosse seca, dor de garganta e dificuldade para respirar.


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *