Vale tudo

(Ilustrativa)
(Ilustrativa)

O prefeito de Rondonópolis, José Carlos Junqueira de Araújo, o Zé Carlos do Pátio (SD), no afã de assegurar sua reeleição, está “acendendo vela prá tudo que é santo”.
Depois de assediar, sem sucesso, o Partido dos Trabalhadores (PT) – que confirmou ontem em reunião online do partido, que irá lançar chapa pura de ponta a ponta, tendo o médico Kleber Amorim como candidato ao Palácio da Cidadania e a professora Doutora em História, Beatriz Feitosa, como vice – passou a abraçar o PSD do senador Carlos Fávaro, em manobra orquestrada pelo deputado estadual Ondanir Bortolini – o Nininho.
Pátio faz um giro de 360 graus na tentativa de fechar acordo, indo do PT, de esquerda, para o PSD, de direita, indo de um extremo a outro.
Resta saber se o seu eleitorado vai seguir o “toque do berrante”, uma vez que Pátio sempre fez questão de demonstrar que é simpatizante da esquerda, apesar de agregar em sua gestão nomes até então, consddierados de partidos adversários.
Todavia, como dizia o saudoso ícone do MDB tradicional, Ulysses Guimarães: “A política, é como nuvem; muda toda hora”.
No caso de Zé do Pátio, principalmente de acordo com as conveniências, acrescentamos nós.