Verba Indenizatória

Escrito por:
ALMT, de novo, na mira do Gaeco e do Naco
(Primeira Página)

Desde o início da manhã de hoje, o Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco) e o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO) estão promovendo mandados de busca e apreensão na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), por determinação do Tribunal de Justiça, dentro da Operação “Déjá Vu”.
A operação investiga fraude em notas fiscais emitidas para justificar pagamento de verba indenizatória (VI) para deputados estaduais e as irregulares teriam sido cometidas na legislatura passada passada, contando com a colaboração de servidores do legislativo e empresários, uma vez que até 2014 a VI era paga aos parlamentares com a comprovação dos gastos, através da apresentação de notas fiscais.
À época, o valor da verba era de R$ 35 mil. Hoje, com o aumento de 85,7% concedido no início da atual legislatura, o valor subiu para R$ 65 mil, sem a necessidade de comprovação dos gastos.
É mel na sopa!

Continue Lendo


Opine aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *