Rodovia Verde continua esquecida por Pedro Taques

rodovia-verdeDurante todo o dia de ontem, a Expedição Pró-Estradas liderada pelo secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, realizou vistoria em diversas rodovias estaduais nas regiões Sul e no Araguaia , onde estão sendo executadas obras pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), em Mato Grosso, tendo passado por Primavera do Leste, Paranatinga e Canarana, mas novamente deixado Rondonópolis e a Rodovia Verde (MT-040), de fora.
Hoje, o governador Pedro Taques (PSDB) irá liderar a expedição e entregar mais de 33 km de pavimentação da rodovia MT-020 e vistoriar as obras da MT-240 e da MT-326, localizadas na região do Araguaia.
Rodovia Verde esquecida
Enquanto distribui obras por todo o Estado, Pedro Taques deixa a Rodovia Verde novamente de lado, a qual, no dia 24 de outubro último, completou 5 anos com obras inacabadas.
Iniciadas em 2011, as obras da Rodovia Verde – ligação turística alternativa, entre Rondonópolis e Cuiabá – com 220 quilômetros de extensão, foram licitadas, a verba foi liberada e a ordem de serviço autorizada, mas os trabalhos de terraplanagem e pavimentação dos 77 quilômetros restantes, continuam paralisados.
Devido ao “esquecimento” do Governo do Estado, provavelmente a pavimentação dos 143 quilômetros executados inicialmente, já esteja deteriorada pela ação do tempo.
Comitê Pró-Rodovias
Idealizada pelo Comitê Pró-Rodovias, a MT-040 – que passa por municípios pantaneiros como Mimoso (terra natal do Marechal Cândido Rondon) e Santo Antonio do Leverger, é uma alternativa para veículos leves e um modo de desafogar a BR-364, nos 210 quilômetros entre Rondonópolis e Cuiabá.
Além de evitar o tráfego de veículos pesados (que passa pela BR-364), a Rodovia Verde representa fomento para o turismo, já que margeia cidades que fazem parte do Pantanal Mato-Grossense.
As obras da estrada, em 2011, foram licitadas em mais de R$ 85,2 milhões e os serviços deveriam ter sido concluídos em fevereiro do ano passado.
Herdada por Pedro Taques de Silval Barbosa (PMDB), governador à época, a Rodovia Verde continua inconclusa, apesar de Rondonópolis possuir três senadores, dois deputados federais e quatro estaduais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *